Cooperativa das Mulheres Quebradeiras de Coco de Babaçu (CIMQCB)


(MA, TO, PI e PA)


Divulgação / CIMQCB



SOBRE A COMUNIDADE


Símbolo de resistência do Cerrado nordestino e amazônico, a Cooperativa das Mulheres Quebradeiras de Coco de Babaçu (CIMQCB) foi criada em 2009 e atualmente reúne cerca de 130 associadas de 36 grupos. A cooperativa se trata de uma organização de grupos produtivos comunitários formados por mulheres que coletam e processam o coco babaçu nos estados do Pará, Maranhão, Tocantins e Piauí. Com sede em São Luís, Maranhão, reúne mulheres que compartilham saberes para lidar com a produção, o beneficiamento e a comercialização dos derivados do babaçu.


As comunidades tradicionais de quebradeiras de coco babaçu produzem com autonomia produtos como o azeite, resultado da extração do óleo da amêndoa, e o mesocarpo do fruto. Visando o uso integral do babaçu, produzem artesanatos, sabonetes, sabões e resíduos para ração animal. São produtos naturais, elaborados sem o uso de conservantes e de agrotóxicos e sem a prática da derrubada e queimada de florestas de babaçu.


Um dos objetivos da CIMQCB tem sido de sensibilizar os consumidores, mostrando que quem compra os produtos destes empreendimentos comunitários colabora para a preservação das florestas secundárias de babaçu, o fortalecimento dos princípios da economia solidária e a geração de trabalho e renda para mais de 300 mil mulheres extrativistas.


Outro objetivo da CIMQCB é organizar as quebradeiras de coco para que conheçam e defendam seus direitos, promovendo sua autonomia política e econômica, lutando por seus territórios e por livre acesso ao babaçu para promover melhores condições de vida para suas famílias.


https://www.miqcb.org/



Conheça os produtos da comunidade na loja virtual.

Saiba mais sobre os ingredientes utilizados pela comunidade.

Confira receitas com os frutos