CAGAITA

O sabor azedinho do Cerrado

Cagaita2_Marcelo Kuhlmann.JPG

A fruta de sabor refrescante também tem efeito laxante. Foto: Marcelo Kuhlmann

Sobre o fruto

A cagaita (nome científico: Eugenia dysenterica) é uma fruta nativa do Cerrado, encontrada principalmente nos estados de Goiás, Minas Gerais e Bahia. A cagaiteira é uma espécie da mesma família botânica das goiabas, araçás, pitangas, gabirobas e eucaliptos. Geralmente seus frutos são comercializados na forma de beneficiamento de polpas congeladas, já que os frutos frescos são bastante perecíveis.

O fruto é pequeno, com três centímetros de diâmetro e apresenta até quatro sementes em seu interior. A casca é amarela e sua polpa é suculenta, levemente ácida e refrescante.

A cagaita é conhecida principalmente por seu suco, azedinho e muito refrescante, mas pode ir muito além deste tipo de consumo. É usada como matéria-prima para produção de deliciosos sorvetes, picolés, geléias e doces. Quando fermentados, os frutos também podem ser usados para a produção de álcool e vinagre.

O nome popular do fruto já revela seu uso na medicina tradicional: a nomenclatura teve origem a partir do seu efeito laxativo, que ocorre após o consumo de frutos muito maduros ou fermentados. Para os povos do Cerrado, consumir o fruto aquecido pelo sol e em grandes quantidades pode não ser uma boa ideia.

 

Acredita-se que a mesma árvore possui o remédio para o tal efeito: o chá feito a partir de suas folhas pode ter efeito constipador. Além disso, a casca é utilizada pelas benzedeiras para tratar diarreia, diabetes e icterícia. Já o chá de sua entrecasca apresenta ação anti-inflamatória e sua infusão de flores pode beneficiar os rins.

A cagaita é rica em vitamina C, vitamina B, cálcio, magnésio, ferro e antioxidantes. A polpa é energética e tem baixo teor calórico.

A cagaiteira pode atingir até 10 metros de altura, possui tronco de até 40 cm de diâmetro com casca grossa típica do Cerrado. Sua copa frondosa é coberta de folhas verdes brilhantes e suas flores são brancas e aromáticas. As folhas novas da árvore possuem cor avermelhada, destacando a beleza da cagaiteira na paisagem.

Após o plantio, a cagaiteira leva, em média, cinco anos para iniciar a produção de frutos. A floração é sincronizada, em menos de três semanas todas as flores estão abertas, caracterizando uma “explosão” de flores. Nesse período, as flores são polinizadas por abelhas, principalmente as mamangavas.

 

A frutificação inicia no espaço de um mês após a floração, entre agosto e outubro, no final da estação seca. As sementes germinam naturalmente no campo no início da estação chuvosa. Uma cagaiteira produz de 500 a mais de 2000 frutos por ano, que são altamente perecíveis.

NOSSOS CANAIS

    SES, Quadra 14, Lote 03

    Setor Econômico de Sobradinho

    Brasília/DF

    CEP 73.020-414

    Tel: +55 (61) 3327-8489

    Whatsapp: +55 61 98262-0001

    centraldocerrado@centraldocerrado.org.br

    Mercado Municipal de Pinheiros, box 28

    Rua Pedro Cristi 89

    Pinheiros São Paulo/SP

    CEP 05.421-040

    Tel: +55 (11) 3530-6489

    pinheiros@centraldocerrado.org.br

Parceria:

CENTRAL DO CERRADO

• SÃO PAULO

CENTRAL DO CERRADO

• BRASÍLIA

Cooperativa Central do Cerrado LTDA - CNPJ: 12.473.840/0001-50 - Entregas em até 10 dias úteis 

© 2020 by Cajuí Comunicação Digital